No dia 11 de Abril, o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), que lidera o conselho Metropolitano de Desenvolvimento da Grande Vitória (Comdevit), lançou uma plataforma que garante aos cidadãos capixabas a possibilidade de participar da elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da cidade.

A plataforma criada permite aos moradores da Grande Vitória encaminhar sugestões de melhorias paraos municípios, que devem ser orientadas para temas relacionados à Mobilidade Urbana, Desenvolvimento Econômico, Ordenamento Territorial e Meio Ambiente. A presidente do Comdevit, Andrezza Rosalém, acredita que a participação da população local é fundamental para o desenvolvimento de políticas públicas com foco na solução de problemas das cidades. Além disso, a possibilidade de acompanhar os processos permitirá à população uma postura mais ativa junto ao poder público.

O sistema foi concebido de maneira simples. Para utilizar a plataforma, é preciso acessar o site http://planometropolitano.es.gov.br e informar o CPF. Aqueles que ainda não possuem dados de acesso ao portal Acesso Cidadão podem se cadastrar, criando um login e senha. O cidadão então direciona sua sugestão aos órgãos listados e também a vincula a um dos temas disponíveis. Como último passo, o usuário indica qual município se refere e faz o envio.

Esta iniciativa tem como objetivo o cumprimento do Estatuto da Metrópole, que determina que o plano de desenvolvimento seja aprovado pela Assembleia Legislativa e transformado em lei estadual até o início de 2018. Como forma de manter o acordo com as regras estabelecidas, foi formado um grupo de trabalho composto pelas mais diversas instâncias governamentais municipais e estaduais, em conjunto com representantes da sociedade civil. Esta ferramenta, que é vista como uma excelente oportunidade para integrar a região, contribuirá para que o grupo de trabalho elabore o documento a ser apresentado e votado, melhorando as condições locais e assegurando do desenvolvimento local.

Os temas disponibilizados na plataforma para o envio de sugestões foram eleitos com base nas prioridades identificadas localmente e são questões comuns entre os municípios participantes.