• Home
  • /
  • Prêmio – Julgamento

Os negócios serão avaliados ao longo do concurso, levando em consideração os seguintes critérios:Os negócios serão avaliados ao longo do concurso, levando em consideração os seguintes critérios:

  • Adequação à temática e aos objetivos do Prêmio;
  • Contribuição para tornar as cidades mais inteligentes;
  • Contribuição para a solução de problemas das cidades;
  • Inovação da ideia central do negócio;
  • Criatividade nas soluções apresentadas;
  • Percepção de benefício para o cliente;
  • Impactos (ambientais, sociais e econômicos) nos mercados de atuação;
  • Viabilidade de implementação (financeira, humana, cultural, tecnológica);
  • Potencial de mercado;
  • Perfil do empreendedor e Experiência da equipe;
  • Correção ortográfica e gramatical;
  • Poder de síntese, clareza e objetividade;

Especificamente para os negócios já em operação será considerado também:

  • Resultados alcançados.

Etapas de Julgamento
O julgamento dos programas se dará em três etapas:

1ª Etapa – Triagem
Fase em que os negócios serão analisados tendo em vista a adequação aos aspectos formais do regulamento.

2ª Etapa – Comitê de Avaliação
Os negócios aptos a continuarem no concurso serão avaliados por uma banca de especialistas formada por especialistas de mercado, empreendedores, acadêmicos, pesquisadores, e será responsável por definir os 5 melhores negócios de cada categoria, que serão considerados como finalistas do Prêmio.

3ª Etapa – Apresentação
Esta etapa acontecerá exclusivamente durante o Connected Smart Cities. Durante ela, os finalistas deverão apresentar seus negócios aos participantes do evento e julgadores, que elegerão os três melhores de cada categoria.

Para a apresentação, cada finalista ganhará um convite para o Connected Smart Cities e deverá apresentar seu negócio em no máximo 5 minutos. Esta apresentação não possuirá um formato pré-definido, cabendo aos participantes escolherem a maneira mais adequada para transmitir aos avaliadores as ideias centrais, deixando claro como o negócio contribuirá para tornar as cidades mais inteligentes.

Facebook