a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

LANGUAGE

O que você está procurando?

>Mobilidade e acessibilidade nas cidades >Connected Smart Cities apresentará panorama da mobilidade no País

Connected Smart Cities apresentará panorama da mobilidade no País

O Evento Nacional Connected Smart Cities, que acontece em São Paulo, nos dias 04 e 05 de setembro, apresentará panorama de mobilidade e debaterá investimento, inovação e desafios para o desenvolvimento da mobilidade inteligente e integrada nas cidades brasileiras. 

Pensar em mobilidade urbana nas cidades requer ir além do planejamento, demanda uma série de mudanças de paradigmas: investimentos em transporte público com qualidade e capilaridade, de maneira a contar com veículos que utilizem combustíveis não fósseis; diminuir o espaço dos carros nos grandes centros urbanos; mudar o conceito da rua, tornando-a um espaço compatível com ciclovias e calçadas de qualidade; promover a mobilidade humana; utilizar a tecnologia a favor da mobilidade urbana e do cidadão. Nesse sentido, nos dias 04 e 05 de setembro, São Paulo sediará o Connected Smart Cities, mais importante evento de cidades inteligente do Brasil. Entre os eixos temáticos do fórum, Mobilidade será um dos destaques e contará com uma programação voltada para investimentos, inovações e soluções para o desenvolvimento da Mobilidade e Acessibilidade nas cidades.

A programação do evento contempla o Workshop Panorama da Mobilidade Urbana no Brasil, que, por meio de quatro blocos, abordará os temas: Panorama da Mobilidade; Tecnologia para Mobilidade; Investimento para Mobilidade; e Cidades e Planos de Mobilidade. No total, o Workshop terá dez painéis distribuídos entre os quatro blocos.
E no Palco Lapa será abordado o tema Mobilidade e Acessibilidade nas Cidades, com destaque para os painéis: Políticas públicas de mobilidade urbana e transportes sustentáveis; Elétricos, compartilhados e autônomos: o papel do automóvel no novo contexto de mobilidade; Mudança da realidade urbana para a mobilidade: como otimizar a utilização do espaço público e tornar o transporte mais eficiente para as pessoas, entre outros painéis que compõem a programação. 

Nos dois dias de intenso debate sobre o desenvolvimento de uma cidade mais humana, conectada e inteligente, mais de 300 palestrantes se apresentarão em 90 painéis, por meio de 9 palcos simultâneos. O Connected Smart Cities 2018 reunirá mais de duas mil pessoas e contempla os eixos temáticos: Economia, Educação, Empreendedorismo, Energia, Governança, Meio Ambiente, Mobilidade, Saúde, Segurança, Tecnologia e Inovação e Urbanismo.

Transporte de passageiros
Palestrante do painel Sistemas de transporte inteligentes: segurança, gestão de tráfego e redução do congestionamento nas cidades, o presidente executivo da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), Otávio Vieira da Cunha Filho, cita que o transporte público coletivo urbano é fator fundamental para o desenvolvimento econômico e social do País. “Portanto, investir na melhoria do serviço significa mais qualidade de vida e aumento da produtividade de todos os setores econômicos instalados nas áreas urbanas.”

De acordo com o executivo, na comparação entre 2017/2016 houve queda de 9,5% no número de passageiros transportados e, em 20 anos, o setor já perdeu 35,6% de demanda. “O maior desafio da atualidade é tornar o transporte público urbano atrativo e acessível para toda a população, de modo a recuperar a demanda de passageiros perdida. Reverter esse quadro depende da retomada dos investimentos federais na infraestrutura urbana destinada aos transportes públicos, permitindo a redução do tempo de viagem e do custo do serviço, com aumento da qualidade e atratividade do serviço”, disse.

A diretora executiva do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP), Clarisse Cunha Linke, palestrará no painel “Mudança da realidade urbana para a mobilidade: como otimizar a utilização do espaço público e tornar o transporte mais eficiente para as pessoas”. A executiva cita que o transporte eficiente não será resolvido com tecnologia e veículos autônomos e que a mobilidade do futuro precisa focar em mais compartilhamento de veículos. “O transporte público é compartilhado por excelência e contribui para a redução do número de veículos circulando. O principal desafio é o investimento feito há décadas nas cidades brasileiras, que prioriza o veículo individual motorizado. As cidades são construídas para os automóveis, em escala e velocidade e, portanto, sofrem com disputa de espaço, emissão de poluentes locais, gases de efeito estufa e congestionamentos. Destaco que a taxa de motorização mais do que dobrou na última década e precisamos inverter a pirâmide de nossas políticas públicas e de nossos investimentos para priorizar o transporte público, a infraestrutura para mobilidade a pé e de bicicleta”, comenta a diretora do ITDP. 

Transporte de cargas
Para o Fundador da SCAMBO Consultoria, consultor do Banco Mundial e pesquisador da FGV, Paulo Fernandes de Oliveira, que palestrará no painel Políticas públicas de mobilidade urbana e transportes sustentáveis, o transporte de cargas é uma realidade para as cidades, suportando a oferta de bens e serviços dentro do espaço urbano.

“Em minha apresentação, pretendo mostrar a importância da logística de carga para a economia e qualidade de vida nas cidades, assim como a urgência em incluir tal atividade nas discussões e planos de mobilidade. Por ser uma atividade essencialmente realizada por empresas privadas, vem sendo deixada de lado nos momentos de revisão ou construção de planos diretores e de mobilidade, realidade que tem que ser mudada para garantir cidades melhores para se viver. Enquanto o transporte público de massa pode garantir deslocamentos de menor custo e em menor tempo, uma logística urbana de carga eficiente garante disponibilidade de produtos e serviços a um custo razoável, impactando consideravelmente a qualidade de vida nas cidades”, completa.

Acesse a programação completa do Connected Smart Cities com foco em Mobilidade
CLIQUE AQUI e acesse a programação do  Workshop Panorama da Mobilidade Urbana no Brasil!
Para acessar mais informações sobre o tema Mobilidade e Acessibilidade nas Cidades, CLIQUE AQUI!

Saiba mais sobre o Connected Smart Cities 2018 – Evento Nacional
O Connected Smart Cities será realizado nos dias 04 e 05 de setembro de 2018, em São Paulo, no Centro de Convenções Frei Caneca. No primeiro dia do Fórum, será apresentado o Ranking Connected Smart Cities 2018, desenvolvido em parceria com a Urban Systems e que apresenta os indicadores de desenvolvimento das cidades brasileiras participantes do levantamento.

Com expectativa de reunir mais de duas mil pessoas, o Connected Smart Cities abordará os temas Urbanismo Sustentável nas Cidades; Cidades Prósperas; Cidades Conectadas; Mobilidade e Acessibilidade nas Cidades; Cidades Empreendedoras; Cidades Resilientes; e Cidades Participativas e Engajadas.

Patrocinadores da edição 2018: Aceco TI, Atech, BMPI, Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC), Deloitte, Engie, Egis, Fundação Ezute, Fala Cidadão, Geoambiente, Itron, Kido Dynamics, Midiacode, Philips, Prefeitura de Barueri, Ubicquia, Via, além do apoio de mais de 40 entidades.

Para acessar a Programação completa do Connected Smart Cities, CLIQUE AQUI!

CLIQUE AQUI e confira os Palestrantes da Edição 2018!

INSCREVA-SE e garanta a sua participação no maior evento de cidades inteligentes do Brasil!

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

PATROCÍNIO APOIO

PARCEIROS ESTRATÉGICOS

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO INSTITUCIONAL

REALIZAÇÃO

EVENTO PARALELO