a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

LANGUAGE

O que você está procurando?

>Releases >Vitória é a terceira cidade mais inteligente do País, segundo o Ranking Connected Smart Cities 2018  

Vitória é a terceira cidade mais inteligente do País, segundo o Ranking Connected Smart Cities 2018  

 

Entre as cerca de 700 cidades participantes do Ranking Connected Smart Cities 2018, a capital capixaba está em 3° lugar. De acordo com o levantamento, divulgado hoje (04 de setembro), na abertura do Connected Smart Cities, em São Paulo, a cidade subiu duas posições em relação à edição anterior. Vitória conquistou ainda o 1° lugar em três categorias: por Faixa Populacional de 100 mil a 500 mil habitantes, em Saúde e Educação.

Todos os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2018 estão disponíveis em:  https://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual

As imagens do Connected Smart Cities podem ser acessadas por meio do link: www.flickr.com/photos/connectedsmartcities/albums e nas Redes Sociais do evento 

Durante a Cerimônia de Abertura do Connected Smart Cities, que ocorreu hoje (04/09), em São Paulo, foi divulgado o resultado do Ranking Connected Smart Cities 2018, principal estudo sobre cidades inteligentes do Brasil e realizado pela Urban Systems, em parceria com a Sator. O Ranking, que conta com a participação de cerca de 700 cidades, que são analisadas a partir de 70 indicadores, classificou Vitória como a 3ª cidade mais inteligente e conectada do País. Com o resultado, a cidade subiu duas posições em relação à edição anterior, quando ficou em 5° lugar. Em 2016, o estudo apontou a capital em 6ª colocação e, em 2015, em 7ª posição.

Em sua 4ª Edição, o Ranking Connected Smart Cities tem como objetivo definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, sendo dividido em quatro resultados: Geral, por Eixo Temático, Região e por Faixa Populacional. O Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança, mesmos eixos temáticos do evento Connected Smart Cities. O 1° lugar no Ranking Connected Smart Cities 2018 ficou com Curitiba (PR), seguida por São Paulo (SP). O quarto lugar foi conquistado por Campinas (SP), seguida por Florianópolis (SC). Na sexta colocação está o Rio de Janeiro (RJ), seguida por Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Santos (SP) e Niterói (RJ), na 10ª colocação. Vitória conquistou o 1° lugar em três categorias: por Faixa Populacional de 100 mil a 500 mil habitantes, Saúde e Educação.

De acordo com o Prefeito de Vitória, Luciano Rezende, uma cidade inteligente é aquela na qual o gestor municipal usa a tecnologia para melhorar a vida das pessoas, utilizando a sua infraestrutura e análise de dados em tempo real para o cidadão, além de reduzir custos e aumentar a segurança, a viabilidade e a sustentabilidade, diminuindo a burocracia e atraindo mais investimentos.

“Uma cidade inteligente presta melhores serviços, gastando menos e beneficiando quem mais precisa. É por isso que as cidades inteligentes são mais humanas, mais justas e a população mais feliz. E o Ranking Connected Smart Cities é a mais importante ferramenta que temos para manter o ritmo da evolução, nos comparando com outras cidades. É um medidor real do cenário que orienta os gestores a manter o ritmo dessa evolução. Na nossa gestão, o que faz com que a cidade tenha essa conectividade de todos os segmentos em todas as áreas foi, principalmente, o investimento na nossa rede de dados, na nossa fibra óptica, que é uma rede própria e segura. A modernização dessa rede de tráfego de dados, usando equipamentos de grande porte, permitiu que todas as escolas e unidades de saúde, por exemplo, estivessem interligadas”, disse.

Rezende enfatiza a importância da participação da Prefeitura de Vitória nas edições anteriores do Connected Smart Cities, contribuindo de forma efetiva na conquista dos destaques no Ranking 2018. “Conhecer a experiência de outras cidades no Connected Smart Cities foi fundamental para nós. Se tivéssemos todos esses serviços disponíveis de forma digital e não oferecêssemos à população os acessos, de nada adiantaria. Então nós criamos o Vitória Online que é a conexão Wi-Fi gratuita em toda a cidade. Ao todo, já são 280 pontos em praias, praças, parques e prédios públicos do município, em locais, inclusive, onde não chegam operadoras de telefone. Nossa meta é chegar a 500 pontos até dezembro de 2020. A conexão gratuita foi determinante para que as pessoas pudessem consumir todos os serviços da Prefeitura de Vitória. O maior exemplo disso é o agendamento online”, conclui.

Segundo dia do evento
A 4ª Edição do Connected Smart Cities acontece até amanhã (05/09), no Centro de Convenções Frei Caneca, na capital paulista e, no primeiro dia, reuniu os diversos agentes relacionados aos governos, empresas e entidades nacionais e internacionais, com destaque para a presença de cerca de 150 prefeituras. Com uma programação com foco em debater e apresentar soluções para o desenvolvimento de cidades inteligentes no Brasil, o evento deve reunir mais de 2 mil pessoas.

“Essa edição é especial e conta com muitas novidades. São cerca de 300 palestrantes e 90 painéis, com apresentações simultâneas em 9 palcos, além da presença de cerca de 150 prefeituras e 60 entidades nacionais e internacionais. Hoje conhecemos as cidades mais inteligentes, conectadas e humanas do Brasil, por meio da divulgação do mais importante Ranking de cidades inteligentes e que contempla os eixos temáticos: Economia, Educação, Empreendedorismo, Energia, Governança, Meio Ambiente, Mobilidade, Saúde, Segurança, Tecnologia e Inovação e Urbanismo. Já no segundo dia do evento, teremos o anúncio dos vencedores do Prêmio Connected Smart Cities, com foco em reconhecer e premiar negócios inovadores que colaborem para o desenvolvimento de uma cidade inteligente”, comenta Paula Faria, idealizadora do Connected Smart Cities. 

Ranking Connected Smart Cities 2018
Após a realização dos Encontros Regionais (2017-2018) em Florianópolis, Belo Horizonte, Salvador e Brasília, foram realizadas adaptações e atualizações nos indicadores do Ranking Connected Smart Cities, resultando em algumas mudanças no resultado do estudo, principalmente nos eixos de Energia, Educação, Mobilidade, Tecnologia e Inovação e Meio Ambiente.

Destaques
A capital do Espirito Santo, que conquistou a 1ª colocação em Saúde e Educação, conta com 7,7 leitos/mil habitantes, 859 médicos/100 mil habitantes. Em Vitória, 81% da população tem cobertura do atendimento da saúde da família, sendo que as despesas pagas com Saúde é de R$ 644/habitante e, em relação à taxa de óbitos, é de 2,3 óbitos/mil nascidos vivo. Já em relação à Educação, Vitória apresenta destaques, tais como Média no Enem de 604, 98,3% dos professores do ensino médio da rede pública com ensino superior, nota 4,1 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), despesas pagas com Educação é de R$ 956/habitantes, taxa de abandono no ensino médio é de apenas 3,1%, além de as matrículas nas escolas da rede pública serem realizadas pela internet.

A região Sudeste concentra as cidades mais inteligentes e conectadas, sendo sete municípios entre os 10 mais bem colocados. Três municípios são da região Sul, sendo que as regiões Norte, Nordeste e Região Centro-Oeste não têm representante entre os 10 melhores. Campo Grande (MS) está na 12ª colocação no Ranking Geral Recife (PE) na 13ª e Palmas (TO) em 18ª colocação. Com o 2º lugar no Ranking Geral, São Paulo conquistou o 1º lugar em três categorias: Ranking Região Sudeste, Mobilidade e Urbanismo.

Já Campinas (SP) se destaca com a 4ª posição no Ranking Geral. Na classificação por região, destacam-se, no Centro-Oeste, Campo Grande (MS) com a 1ª colocação no Ranking Connected Smart Cities; no Nordeste, Recife (PE); e, no Norte, Palmas (TO). Viçosa (MG) é a 1ª colocada no Ranking Connected Smart Cities: Cidades de 50 a 100 mil habitantes.

Para o Presidente da Urban Systems e sócio da Plataforma Connected Smart Cities, Thomaz Assumpção, o Ranking Connected Smart Cities novamente mostra a importância de um planejamento estratégico das cidades considerando a conexão entre os 11 eixos temáticos analisados e a sinergia existente entre o resultado de investimentos. “A educação, por exemplo, que muitas vezes é visto como um eixo básico, tem uma grande importância no desenvolvimento do empreendedorismo e na busca da sustentabilidade econômica das cidades, permitindo que mais atores sejam responsáveis pelo desenvolvimento da cidade”, comenta.

Os vencedores por Eixo Temático
O primeiro lugar para Urbanismo e Mobilidade e Acessibilidade foi para São Paulo; Meio Ambiente: Santos (SP); Energia: Pirassununga (SP); Empreendedorismo e Tecnologia e Inovação: Rio de Janeiro (RJ); Saúde e Educação: Vitória (ES); Segurança para Ipojuca (PE); Governança: Curitiba (PR); e Economia para Barueri.

Histórico

Classificação Geral Ranking Connected Smart Cities | Histórico das 4 Edições
INDICADOR 2018 2017 2016 2015
Connected Smart Cities Curitiba São Paulo São Paulo Rio de Janeiro
Mobilidade e Acessibilidade São Paulo São Paulo São Paulo São Paulo
Urbanismo São Paulo Santos Curitiba Curitiba
Meio Ambiente Santos Belo Horizonte Belo Horizonte Belo Horizonte
Energia Pirassununga Tubarão Guarapuava Guarapuava
Tecnologia e Inovação Rio de Janeiro Rio de Janeiro São Paulo São Paulo
Saúde Vitória Vitória Vitória Vitória
Segurança Ipojuca Vinhedo Ipojuca Ipojuca
Educação Vitória Curitiba Vitória Vitória
Empreendedorismo Rio de Janeiro São Paulo Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Governança Curitiba Barueri Curitiba Curitiba
Economia Barueri Barueri Rio de Janeiro Rio de Janeiro

Serviço
Connected Smart Cities | Evento Nacional
Data:
 04 e 05 de setembro de 2018
Local: Centro de Convenções Frei Caneca, Rua Frei Caneca, 569, Consolação, São Paulo/SP
Mais Informações: www.connectedsmartcities.com.br
Inscrições para o evento: www.connectedsmartcities.com.br/inscricoes-evento-nacional-sao-paulosp/
Programação: www.connectedsmartcities.com.br/programacao-connected-smart-cities/
Palestrantes: www.connectedsmartcities.com.br/programacao-palestrantes/
As imagens do Connected Smart Cities podem ser acessadas por meio do link: www.flickr.com/photos/connectedsmartcities/albums

Todos os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2018 estão disponíveis em:  https://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual

Sobre o Connected Smart Cities
O Connected Smart Cities, principal evento do setor no Brasil, é realizado pela Sator e envolve empresas, entidades e governos em uma plataforma que tem por missão encontrar o DNA de inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas umas com as outras, sejam elas pequenas ou megacidades.

Encontros Regionais
Realizados paralelamente ao evento principal, os Encontros Regionais permitem que o poder público avalie as melhores práticas de cidades inteligentes e, consequentemente, possa desenvolver ações que potencializem ainda mais os pontos fortes alcançados no Ranking Connected Smart Cities. Para a edição 2018 do evento nacional, foram realizados os Encontros Regionais: Sul, em Florianópolis; Nordeste, em Salvador; Centro-Oeste, em Brasília; e Sudeste, em Belo Horizonte. Juntos, os eventos reuniram mais de 900 participantes e foram realizadas cerca de 190 Rodadas de Negócios.

Ranking
O Ranking Connected Smart Cities foi desenvolvido pela Urban Systems, através de metodologia própria e exclusiva, em parceria com a Sator, empresa organizadora do evento homônimo.
Além de considerar os conceitos de cidades inteligentes, como tecnologia, meio ambiente e sustentabilidade, o Ranking Connected Smart Cities considera conceito de conectividade, investimentos em saneamento, importância da educação na formação e reprodução dos potenciais das cidades e sustentabilidade econômica. Feito com o objetivo de mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, por meio de indicadores que retratam inteligência, conexão e sustentabilidade, o Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança.

Todos os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2018 estão disponíveis em:  https://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual

Sobre a Sator
Fundada em 2005, a empresa iniciou suas atividades como produtora de eventos,  oferecendo, ainda, serviços voltados para a comercialização e comunicação dos eventos que organizava. Recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa.

A Sator conta com ampla experiência na organização de eventos como a Airport Infra Expo, Labace, Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (entre 2007 e 2010), a Feira Nacional de Aviação Civil (entre 2008 e 2010), o Broa Fly-in (2006 a 2008), o Connected Smart Cities (desde 2015), o PPP Awards & conference (desde 2017) e o Fórum de Mobilidade da  ANPTrilhos (em 2018).

Mais Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação e Imprensa do Connected Smart Cities
Eliane Jerônimo Bueno (Mtb 50559)
+55 11 9 9234-4911
E-mail: imprensa@sators.com.br

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

PATROCÍNIO APOIO

PARCEIROS ESTRATÉGICOS

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO INSTITUCIONAL

REALIZAÇÃO

EVENTO PARALELO