a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

LANGUAGE

O que você está procurando?

>Cidades conectadas >Prefeito de Campinas destaca as ações do Connected Smart Cities no desenvolvimento da cidade

Prefeito de Campinas destaca as ações do Connected Smart Cities no desenvolvimento da cidade

Primeira colocada no Ranking Geral Connected Smart Cities 2019, Campinas conquisto, ainda, o 1º lugar no Ranking por Faixa Populacional mais de 500 mil habitantes; Ranking Região Sudeste;  e nas Categorias Economia e Tecnologia e Inovação

 

Divulgado ontem (17/09) durante a Abertura do evento nacional Connected Smart Cities, a edição  2019  do Ranking Connected Smart Cities aponta Campinas (SP) em 1º lugar entre as cidades contempladas no levantamento. A cidade também conquistou a primeira posição  no Ranking por Faixa Populacional mais de 500 mil habitantes; Ranking Região Sudeste;  e nas Categorias Economia e Tecnologia e Inovação, além de outras colocações importantes.

Mais importante levantamento sobre as cidades brasileiras, o Ranking Connected Smart Cities é realizado pela Urban Systems, em parceria com a Sator, e mapeia todas as cidades com mais de 50 mil habitantes (666 municípios) com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil.

Em entrevista ao Connected Smart Cities, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, destacou o trabalho da plataforma no desenvolvimento do município, no sentido de buscar iniciativas para se tornar mais inteligente, conectada e humana.

 

Para entender melhor a conexão das iniciativas do Connected Smart Cities com o desenvolvimento da cidade, acompanhe a entrevista com o prefeito de Campinas, Jonas Donizette:

 

CSC: Para o senhor, o que é uma cidade inteligente?  Como define o trabalho do Connected Smart Cities?
Prefeito Jonas Donizette: Em 2019, o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Campinas (CMCTI) finalizou a elaboração do Plano Estratégico Campinas Cidade Inteligente – PECCI 2019-2029 e adotou como conceito norteador do plano que “Uma cidade inteligente é inovadora, resiliente e sustentável, coloca as pessoas no centro do desenvolvimento, utiliza tecnologias da informação e comunicação como meio para a melhoria da gestão urbana, da qualidade de vida, da eficiência da operação e dos serviços urbanos, respeitando os aspectos econômicos, sociais e ambientais, por meio de um planejamento colaborativo e da participação cidadã”.

 

Deixando claro que não se trata apenas de tecnologia, mas sim em focar nas pessoas e proporcionar a elas uma melhor qualidade de vida e de prestação de serviços. O trabalho do Connected Smart Cities, e em especial do ranking de cidades inteligentes (Ranking Connected Smart Cities), é de extrema relevância, pois permite que as cidades possam utilizar os indicadores para avaliar o seu desempenho, bem como para saber exatamente onde se deve melhorar para atingir os seus objetivos. Outro aspecto importante é permitir o compartilhamento de melhores práticas entre as cidades que são avaliadas, possibilitando que todas possam se beneficiar desse importante trabalho.

CSC: O Ranking Connected Smart Cities está na 5ª Edição. Os indicadores do levantamento foram aplicados para que Campinas conquistasse os destaques na edição 2019? Se sim, de que forma as ações do Connected Smart Cities têm contribuído para a cidade se tornar uma cidade inteligente, humana e sustentável?
Prefeito Jonas Donizette: Conforme mencionei anteriormente, temos olhado para os rankings sob a ótica das oportunidades de melhorias que a análise dos indicadores nos fornece. É muito importante para nós sabermos como estamos posicionados nos rankings, mas melhor ainda é poder identificar onde podemos melhorar.
Uma das prioridades que elegemos a partir dos indicadores do Ranking Connected Smart Cities foi a elaboração do PECCI, para que pudéssemos montar uma estratégia para coordenar as diferentes iniciativas em curso na prefeitura. Por meio do PECCI e do CMTCI, temos interagido como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que tem nos proporcionado o acesso a vários estudos e experiências sobre o processo de transformação digital de cidades. Essa interação tem nos permitido avançar de forma mais consistente e rápida para que Campinas se transforme cada vez mais em uma cidade inteligente, humana e sustentável.

 

CSC: As edições do levantamento mostram uma evolução e a cidade veio gradativamente subindo nas posições no Ranking Geral, saltando da 21ª colocação em 2015 para a primeira posição em 2019. De que maneira o trabalho para a melhoria dos indicadores vem sendo feito? Nesse sentido, destaques as ações de fomento e gestão de inovações presentes em Campinas.
Prefeito Jonas Donizette: A melhoria obtida por Campinas é resultado de uma somatória de ações que vêm sendo adotada no município. Temos trabalhados em várias frentes, desde investimentos na mobilidade urbana, como por exemplo, a construção de dois corredores para BRT, uma das maiores obras de mobilidade em andamento no país. Outro exemplo é a simplificação de processos e a sua disponibilização em plataformas digitais. Um exemplo que gosto de dar é o aplicativo para identificação do zoneamento em Campinas, que facilitou e diminuiu o tempo para que se possa saber onde é possível construir ou estabelecer um negócio na cidade, isso de forma imediata. O que antes levava várias semanas para ser informado pela Prefeitura.
O Programa ARI (Aprovação Responsável Imediata), que agiliza a tramitação dos projetos de construção de edificações de pequeno porte no município, é outro exemplo. O programa autoriza a emissão do Alvará de Execução de Obra mediante compromisso assinado pelos proponentes, invertendo a lógica vigente e empoderando o cidadão. A liberação deste alvará sai em até três dias úteis. O App Portal do Cidadão também é uma das inovações que disponibilizamos para o cidadão, que antes já dispunha do acesso no Portal Web da Prefeitura, e agora pode acessar diretamente do seu smartphone. Esse Portal reúne em um único lugar o acesso a diversos serviços oferecidos digitalmente pelo poder público. Dois outros exemplos que podemos citar são os aplicativos COLAB, que conecta diretamente cidadãos à Prefeitura para a resolução de problemas, e o CittaMobi, apelidado em Campinas de “busão na hora”, utilizado para consultar, em tempo real, o tempo estimado de chegada dos ônibus nos pontos de parada.
A adoção do conceito de Living Lab trazido pelo PECCI nos permitiu também avançar em novas frentes, como no caso do projeto Safecity, fruto de uma parceria da Prefeitura com instituições pesquisa e empresas que atuam com inovação de ponta. Nesse projeto estamos desenvolvendo e validando soluções de reconhecimento facial para área de segurança pública integradas à nossa central de monitoramento – a Cimcamp inaugurada há mais de 11 anos -, rede de sensores inteligentes para a defesa civil e novas aplicações em mobilidade urbana.

CSC: Complementando: O que o município vem desenvolvendo nas áreas: Economia, Tecnologia e Inovação, empreendedorismo, governança, mobilidade e meio ambiente?
Prefeito Jonas Donizette: Além do que já mencionamos acima, várias outras ações estão em curso. Dentre elas destacamos o Programa Campinas Empreendedora, que visa fomentar o empreendedorismo, a inovação e a competitividade dos pequenos negócios no município. Além de capacitar empreendedores e aqueles que buscam iniciar o seu próprio negócio, o programa também visa disseminar a cultura empreendedora para os estudantes do ensino fundamental, médio e superior.
O Campinas Empreendedora é uma parceria da Prefeitura com o Escritório Regional do Sebrae Campinas. Esse programa tem duas frentes. A primeira, intermediada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo, é referente à parceria do Programa Campinas Empreendedora, que terá várias ações de fomento ao empreendedorismo. A segunda, que também faz parte deste projeto e será realizado com a Secretaria Municipal de Educação, é um Termo de Adesão ao Programa Educação Empreendedora, do Sebrae. Na área da educação, a primeira etapa vai oferecer aulas de empreendedorismo para 7.500 alunos de sete escolas municipais do ensino fundamental I e II.
Em tecnologia e inovação, o município tem buscado por meio de parcerias com as instituições de ensino e pesquisa da cidade a realização de várias ações, tais como: realização de hackathons, programas de aceleração, aumento da atratividade da cidade para startups, criação de um Circuito de Turismo e Inovação, apoio na criação de clusters em bioeconomia, agronegócio, tecnologia da informação e comunicação, micro e nanotecnologias, fotônica, eletrônica avançada, visando fortalecer as conexões entre as instituições de pesquisa e o meio empresarial para aumentar ainda mais a competitividade desses setores. Com isto, será possível fazer com que Campinas seja cada vez mais reconhecida internacionalmente como a Cidade do Conhecimento e da Inovação, como diz o próprio slogan da cidade “Campinas – Força da Inovação”.

Campinas em números
Campinas é considerada referência em Tecnologia e Inovação e possui um dos maiores PIBs do país- com crescimento per capta de 1,6%, no último período analisado, e se destaca no Ranking Connected Smart Cities nas categorias: Economia e Tecnologia e Inovação (1º lugar); Empreendedorismo (2º);  Governança (3º); e Mobilidade (4º).
A cidade possui 5 parques tecnológicos e 5 incubadoras e conta com: 45,7% das conexões de banda larga com velocidade superior a 34mb; 30 pontos de acesso a internet por 100 habitantes; recebeu, em 2018, em bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) o equivalente a R$ 48.646 por 100 mil habitantes; quase ¼ dos empregos formais da cidade são ocupados por profissionais com ensino superior; 5,2% dos empregos formais da cidade estão em ocupações no setor de tecnologia da informação e comunicação (TIC); 94,5% dos empregos na cidade estão no setor privado; 9,4% da força de trabalho está ocupada em ocupações nos setores de educação e pesquisa e desenvolvimento; 59% da receita municipal não é oriunda de repasses; crescimento positivo de 4,9% das empresas de Tecnologia (ao contrário de muitos municípios no período); mantido crescimento de 2,2% das Micro Empresas Individuais (ante a um movimento de queda).

Em sua 5ª edição, o Ranking inova mais uma vez e traz, na versão 2019, a incorporação de conceitos e novos indicadores baseados na ISO 37122 -Sustainable Cities And Communities – Indicators For Smart Cities, mantendo-se como a melhor referência para comparação e análise de cidades inteligentes no Brasil. O resultado é apresentado em 4 frentes/visões/grupos: geral, por eixo temático, por região e por faixa populacional.

 

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O RANKING CONNECTED SMART CITIES 2019, CLIQUE AQUI!

 

 

EDIÇÃO 2019

PATROCÍNIO APRESENTADOR

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

PATROCÍNIO APOIO

PARCEIROS ESTRATÉGICOS

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO INSTITUCIONAL

APOIO DE MÍDIA

REALIZAÇÃO

EVENTO PARALELO