a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

LANGUAGE

O que você está procurando?

>Posts tagged "Evento Cidades Inteligentes"

Curitiba é a cidade mais inteligente do Brasil, de acordo com o Ranking Connected Smart Citeis 2018, seguida por São Paulo e Vitória. A 4ª colocação ficou com Campinas e a 5ª Florianópolis, no Ranking Geral.

 

Considerado o mais importante levantamento sobre cidades inteligentes do Brasil, o Ranking Connected Smart Cities 2018 contempla cerca de 700 cidades e analisa 70 indicadores. No Ranking Geral, o estudo aponta as cinco cidades mais inteligentes do País. O primeiro lugar ficou com Curitiba, seguida por São Paulo e Vitória. Quarta colocação Campinas; 5ª Florianópolis.

O Ranking Connected Smart Cities é realizado pela Urban Systems, em parceria com a Sator. O estudo tem como objetivo definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, sendo dividido em quatro resultados: Geral, por Eixo Temático, Região e por Faixa Populacional. O Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança.

 

Destaques
Curitiba
A capital paranaense conquistou o 1° lugar no Ranking Geral, 2º em Empreendedorismo e Urbanismo, 3º em Tecnologia e Inovação e 1º lugar em Governança. Com o resultado, Curitiba subiu uma posição e ultrapassa São Paulo, 2ª colocada. Além dos destaques no Ranking, Curitiba se destaca ainda por possuir 4 Parques Tecnológicos (Polos), 7 incubadoras de empresa e apresentou crescimento de 20% das micro empresas individuais.

São Paulo
Nas duas últimas edições (2016 e 2017), o primeiro lugar foi conquistado por São Paulo. A capital paulista  conquistou o 1º lugar em três categorias: Ranking Região Sudeste, Mobilidade e Urbanismo, além do 4º lugar em Tecnologia e Inovação.

Nas quatro edições do estudo, São Paulo alcançou a primeira colocação em Mobilidade e Acessibilidade. A capital conta com 2,82 km de modais de transporte coletivo de massa por 100 mil habitantes, 3,87 km de ciclovia por 100 mil habitantes.

Vitória
Vitória alcançou o primeiro lugar no Ranking Geral e em mais três categorias: por Faixa Populacional de 100 mil a 500 mil habitantes, em Saúde e Educação.
A capital do Espirito Santo conta com 7,7 leitos/mil habitantes, 859 médicos/100 mil habitantes. Em Vitória, 81% da população tem cobertura do atendimento da saúde da família, sendo que as despesas pagas com Saúde atingem R$ 644/habitante e, em relação à taxa de óbitos, é de 2,3 óbitos/mil nascidos vivo. Já em relação à Educação, Vitória apresenta destaques, tais como: Média no Enem de 604; 98,3% dos professores do ensino médio da rede pública com ensino superior; e nota 4,1 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), por exemplo.

Campinas
A cidade subiu quatro posições em relação à edição anterior do Ranking e conquistou o 4º lugar classificação geral, além do 2° lugar em Economia, 3° em Empreendedorismo e 5° nas categorias Mobilidade e Tecnologia e Inovação.
Campinas, com destaque em Economia, Empreendedorismo, Mobilidade e Tecnologia e Inovação, apresenta renda média dos trabalhadores formais de R$ 3.490; crescimento dos empregos formais de 0,1%; a independência do setor público (empregos) é  94,2%; crescimento de 3,8% de empresas de tecnologia; 4 incubadoras; crescimento de 19% das micro empresas individuais. A cidade conta com Parques Tecnológicos;  1,91 km de ciclovia por 100 mil habitantes; 6,4% dos domicílios com rampa de cadeirante no entorno; 262 conexões rodoviárias interestaduais; 69 destinos aeroviários;  28% das conexões de internet com velocidade superior a 34 MB; 24% dos trabalhadores possuem ensino superior, entre outros destaques.

Florianópolis
Com o resultado de 2018, a cidade subiu uma posição em relação à edição anterior, quando ficou em 6° lugar. Indicadores importantes se destacam em Florianópolis. A cidade conta com 18 vagas em universidade pública por mil habitantes com mais de 18 anos; média do ENEM é de 602; média de 4,6 do IDEB; 94,4% dos docentes do ensino médio concluíam o ensino superior, taxa de abandono (ensino médio) é de 6,7% e as despesas pagas com educação soma R$811. A capital apresenta crescimento de 5,6% de empresas de tecnologia,  3 Polos Tecnológicos, 3 Incubadoras e crescimento de 21% de MEI.

 

Histórico

Classificação Geral Ranking Connected Smart Cities | Histórico das 4 Edições
INDICADOR 2018 2017 2016 2015
Connected Smart Cities Curitiba São Paulo São Paulo Rio de Janeiro
Mobilidade e Acessibilidade São Paulo São Paulo São Paulo São Paulo
Urbanismo São Paulo Santos Curitiba Curitiba
Meio Ambiente Santos Belo Horizonte Belo Horizonte Belo Horizonte
Energia Pirassununga Tubarão Guarapuava Guarapuava
Tecnologia e Inovação Rio de Janeiro Rio de Janeiro São Paulo São Paulo
Saúde Vitória Vitória Vitória Vitória
Segurança Ipojuca Vinhedo Ipojuca Ipojuca
Educação Vitória Curitiba Vitória Vitória
Empreendedorismo Rio de Janeiro São Paulo Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Governança Curitiba Barueri Curitiba Curitiba
Economia Barueri Barueri Rio de Janeiro Rio de Janeiro

 

A Edição 2019 do levantamento será divulgada durante o  evento nacional Connected Smart Cities, que será realizado nos dias 17 18 de setembro de 2019, em São Paulo.

 

Para acessar a classificação de todas as cidades participantes do levantamento e os indicadores que compõem o Ranking Connected Smart Cities 2018, CLIQUE AQUI!

 

 

Curitiba é a cidade mais inteligente do Brasil, de acordo com o Ranking Connected Smart Citeis 2018, seguida por São Paulo e Vitória. A 4ª colocação ficou com Campinas e a 5ª Florianópolis, no Ranking Geral.   Considerado o mais importante levantamento sobre cidades inteligentes do Brasil, o Ranking Connected Smart Cities 2018 contempla cerca de 700 cidades e analisa 70 indicadores. No Ranking Geral, o estudo aponta as cinco cidades mais inteligentes do País. O primeiro lugar ficou com Curitiba, seguida

Investir em Infraestrutura e em uma cobertura de rede de Internet de alta qualidade e com preços acessíveis é o primeiro passo para o desenvolvimento de smart cities, no atual contexto socioeconômico brasileiro.  O Engenheiro Sênior de Sistemas e Segurança, do Instituto CESAR, Felipe Silva Ferraz, falou sobre a importância das tecnologias no conceito de smart cities e de como iniciativas, como as do Connected Smart Cities, podem contribuir com o tema e as ações que impactam diretamente na qualidade de

Quando falamos em Smart Cities não temos como não relacionar o tema com a tecnologia, visto que é impossível transformar cidades e oferecer qualidade de vida aos seus habitantes sem que a inovação, por meio da implantação de novos sistemas, como aplicativos voltados para o transporte público, compartilhamento de veículos,  bicicletas, por exemplo, sejam utilizados. A Associação Brasileira das Empresas de Software – ABES, entidade apoiadora do Connected Smart Cities, vem desenvolvendo iniciativas e participando de ações que contribuem, por meio

O que é uma cidade inteligente? Quais os caminhos para o desenvolvimento de smart cities? Para responder essas e outras questões relacionadas ao conceito de cidades inteligentes e a eficiência da gestão de forma integrada, entrevistamos o Diretor de Mercado Civil da Fundação Ezute, Marcello Freire Palha. A Fundação Ezute é uma organização privada sem fins lucrativos e que tem a missão de contribuir para transformação das organizações brasileiras, principalmente, as públicas, por meio de soluções inovadoras em tecnologia e gestão.

O Encontro Regional Centro-Oeste Connected Smart Cities, realizado no dia 19 de abril, na CNT – Confederação Nacional do Transporte, em Brasília, contou com a parceria da ANPTrilhos - Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos e com o apoio do Governo de Brasília. O evento, que teve como principal objetivo debater soluções para o desenvolvimento de cidades inteligentes pautadas em informações e necessidades da Região Centro-Oeste, com foco em Brasília, reuniu cerca de 150 participantes, 14 palestrantes, 18 reuniões

No próximo dia 19 de abril, das 8h30 às 17h00, será realizado em Brasília/DF, na Sede da CNT, o Encontro Regional Centro-Oeste Connected Smart Cities, evento em parceria com a  ANPTrilhos e com apoio do Governo de Brasília. O Fórum contará com a participação de especialistas que irão debater os indicadores de desenvolvimento de Brasília, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá. Conhecida pelos monumentos e edifícios que são marco da arquitetura, Brasília também se destaca no Ranking Connected Smart Cities, realizado pela

No próximo dia 19 de abril, das 8h30 às 17h00, acontece em Brasília/DF, na Sede da CNT, o Encontro Regional Centro-Oeste Connected Smart Cities, evento em parceria com a  ANPTrilhos e com apoio do Governo de Brasília. Durante o Encontro, que tem como objetivo encontrar soluções inovadoras com foco em cidades mais inteligentes e conectadas, especialistas irão debater os indicadores de desenvolvimento de Brasília, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá. Além dos representantes das capitais citadas, que farão apresentações sobre as suas cidades,

No dia 19 de abril será realizado em Brasília/DF, o Encontro Regional Centro-Oeste Connected Smart Cities, em parceria com a  ANPTrilhos - Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos. Patrimônio Cultural da Humanidade, a capital federal conta com 112,25 km² de área tombada com monumentos e edifícios que são marco da arquitetura. Brasília também é um dos destaques do Ranking Connected Smart Cities, realizado pela Urban Systems em parceria com a Sator, sendo a primeira colocada em Tecnologia e Inovação,

Robson Lisboa, Fundador e CEO da MIDIACODE, traz o Smartphones como o segredo de Cidades Inteligentes e Conectadas imediatamente. Ele aponta tendências como maneira de planejar o futura da cidade e destaca Projetos de Cidades Inteligentes com Smartphones. EIXO TEMÁTICO: CIDADES CONECTADAS PAINEL:  O PAPEL DO SMARTPHONE PARA OS SERVIÇOS MUNICIPAIS ORGANIZAÇÃO: MIDIACODE TAG: TECNOLOGIA CLIQUE AQUI E CONFIRA A APRESENTAÇÃO COMPLETA. 

Felipe Ferreira Fontes, Fundador e CEO da NEARBEE, comenta sobre o uso da tecnologia para prover mais qualidade de vida à população, utilizando palavras-chave como ‘internet das coisas’; ‘big data’; e ‘governança algorítmica’. EIXO TEMÁTICO: CIDADES CONECTADAS PAINEL:  O PAPEL DO SMARTPHONE PARA OS SERVIÇOS MUNICIPAIS ORGANIZAÇÃO: NEARBEE TAG: SEGURANÇA CONFIRA A APRESENTAÇÃO COMPLETA AQUI. 

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

PATROCÍNIO APOIO

PARCEIROS ESTRATÉGICOS

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO INSTITUCIONAL

REALIZAÇÃO

EVENTO PARALELO