a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

LANGUAGE

O que você está procurando?

>Posts tagged "Internet das Coisas"

Patrocinadora Ouro da Edição 2018 do Connected Smart Cities, a Philips divulgará no evento a sua plataforma de internet das coisas, sob a marca Interact, que possibilita gerar benefícios, insights e novos serviços aos clientes, por meio de sistemas de iluminação led conectada e sensores.

Em entrevista ao Connected Smart Cities, o gerente de marketing da Philips, Gustavo Tito Rudge, enfatizou a importância de a empresa participar do mais importante evento de cidades inteligentes do Brasil, além do debate sobre o tema considerando diferentes perspectivas.

Confira a entrevista com o gerente de marketing da Philips, companhia presente em mais de 70 países:

Connected Smart Cities: Qual a relação entre a atuação da Philips com o Connected Smart Cities e com o tema cidades inteligentes?

Gustavo Tito Rudge: Acreditamos que o evento Connected Smart Cities é uma ótima oportunidade para discutirmos os possíveis caminhos, alternativas e inovações para o desenvolvimento de cidades inteligentes e que beneficiem a vida de seus moradores.

CSC: Qual a expectativa da Philips em relação ao Connected Smart Cities?

Gustavo Tito Rudge: Essa é a nossa primeira participação no evento e esperamos desenvolver iniciativas e/ou projetos, conhecer novos parceiros e apresentar as mais recentes soluções de iluminação conectada ao nosso público de interesse.

CSC: Por que a Philips participa e patrocina o Connected Smart Cities? O que o CSC oferece que está além dos demais eventos do segmento que são realizados no Brasil?

Gustavo Tito Rudge: Participamos do evento, pois acreditamos que podemos contribuir com o debate de soluções para as cidades inteligentes sob a perspectiva de como a iluminação tem papel fundamental nos modelos para tornar as cidades mais conectadas, sustentáveis, seguras e humanas. O evento possibilita uma diversidade de dinâmicas para estas discussões, assim como a presença de importantes representantes de diversos segmentos interessados no tema. 

CSC: Qual a importância do Connected Smart Cities para o desenvolvimento de cidades inteligentes no Brasil?

Gustavo Tito Rudge: O evento traz uma oportunidade imperdível de juntar empresas e pessoas comprometidas com o desenvolvimento das cidades inteligentes. Os debates de temas, sob diferentes perspectivas, possibilitam criar uma sinergia de ideias e ações que dão sustentação ao desenvolvimento de cidades mais modernas, conectadas e que melhorem a vida da população. O Connected Smart Cities é uma oportunidade única para discutir com especialistas os caminhos para construirmos um país com cidades mais inteligentes. 

CSC: A Philips apresentará alguma novidade no evento 2018?

Gustavo Tito Rudge: Com a nossa participação no evento nacional, aproveitaremos a oportunidade para divulgar nossa plataforma de internet das coisas, sob a marca Interact, que possibilita gerar benefícios, insights e novos serviços aos clientes, por meio de sistemas de iluminação led conectada e sensores.

Saiba mais sobre o Connected Smart Cities 2018 – Evento Nacional
O Connected Smart Cities será realizado nos dias 04 e 05 de setembro de 2018, em São Paulo, no Centro de Convenções Frei Caneca. No primeiro dia do Fórum, será apresentado o Ranking Connected Smart Cities 2018, desenvolvido em parceria com a Urban Systems e que apresenta os indicadores de desenvolvimento das cidades brasileiras participantes do levantamento.

Com expectativa de reunir mais de duas mil pessoas, o Connected Smart Cities abordará os temas Urbanismo Sustentável nas Cidades; Cidades Prósperas; Cidades Conectadas; Mobilidade e Acessibilidade nas Cidades; Cidades Empreendedoras; Cidades Resilientes; e Cidades Participativas e Engajadas.

Patrocinadores da edição 2018: Aceco TI, Atech, Autodesk, Autodesk, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), BNDES, BMPI, Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC), Deloitte, Engie, Egis, Fundação Ezute, Fala Cidadão, Geoambiente, Itron, Kido Dynamics, Midiacode, Philips, Prefeitura de Barueri, Prefeitura de Vitória, Prefeitura de Guarulhos, Ubicquia, Via, além do apoio de mais de 40 entidades.

Para acessar a Programação completa do Connected Smart Cities, CLIQUE AQUI!

CLIQUE AQUI e confira os Palestrantes da Edição 2018!

INSCREVA-SE e garanta a sua participação no maior evento de cidades inteligentes do Brasil!

 

 

 

 

Patrocinadora Ouro da Edição 2018 do Connected Smart Cities, a Philips divulgará no evento a sua plataforma de internet das coisas, sob a marca Interact, que possibilita gerar benefícios, insights e novos serviços aos clientes, por meio de sistemas de iluminação led conectada e sensores. Em entrevista ao Connected Smart Cities, o gerente de marketing da Philips, Gustavo Tito Rudge, enfatizou a importância de a empresa participar do mais importante evento de cidades inteligentes do Brasil, além do debate sobre o

Investir em Infraestrutura e em uma cobertura de rede de Internet de alta qualidade e com preços acessíveis é o primeiro passo para o desenvolvimento de smart cities, no atual contexto socioeconômico brasileiro.  O Engenheiro Sênior de Sistemas e Segurança, do Instituto CESAR, Felipe Silva Ferraz, falou sobre a importância das tecnologias no conceito de smart cities e de como iniciativas, como as do Connected Smart Cities, podem contribuir com o tema e as ações que impactam diretamente na qualidade de

Quando falamos em Smart Cities não temos como não relacionar o tema com a tecnologia, visto que é impossível transformar cidades e oferecer qualidade de vida aos seus habitantes sem que a inovação, por meio da implantação de novos sistemas, como aplicativos voltados para o transporte público, compartilhamento de veículos,  bicicletas, por exemplo, sejam utilizados. A Associação Brasileira das Empresas de Software – ABES, entidade apoiadora do Connected Smart Cities, vem desenvolvendo iniciativas e participando de ações que contribuem, por meio

Felipe Ferreira Fontes, Fundador e CEO da NEARBEE, comenta sobre o uso da tecnologia para prover mais qualidade de vida à população, utilizando palavras-chave como ‘internet das coisas’; ‘big data’; e ‘governança algorítmica’. EIXO TEMÁTICO: CIDADES CONECTADAS PAINEL:  O PAPEL DO SMARTPHONE PARA OS SERVIÇOS MUNICIPAIS ORGANIZAÇÃO: NEARBEE TAG: SEGURANÇA CONFIRA A APRESENTAÇÃO COMPLETA AQUI. 

Bill Ash, Strategic Technology Director da IEE Standards Association, traz informações sobre a tendência global de urbanização, com o foco na IoT (Internet das Coisas). Ele aborda os desafios da urbanização e ações da IEEE para tornar cidades mais inteligentes. EIXO TEMÁTICO: CIDADES CONECTADAS PAINEL: SPOTLIGHT TALKS- PLATAFORMAS DE DADOS ABERTOS NAS CIDADES: IMPLEMENTAÇÃO DE ESTRATÉGIA DA GESTÃO DA INFORMAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ORGANIZAÇÃO: IEEE STANDARDS ASSOCIATION TAG: TECNOLOGIA CONFIRA A APRESENTAÇÃO COMPLETA AQUI 

José Almeida, Diretor da WND, discute ‘O futuro da Internet’, abordando a composição disciplinar da IoT, Características da Conectividade, Consumo Energético, História das Redes Celulares, Uma Mudança no Caminho Tecnológico, O Modelo Sigfox e Modelo de Referência IoT. Ele também traz Exemplos de Planejamento de Cobertura em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Campinas e Mato Grosso. EIXO TEMÁTICO: CIDADES CONECTADAS PAINEL: A TECNOLOGIA SEMPRE TEVE EFEITOS TRANSFORMADORES NA MANEIRA COMO AS CIDADES SÃO PROJETADAS E OPERADAS. QUAIS SÃO OS DESAFIOS E

Shawn Slack, Chief Information Office da Cidade de Mississauga (Canadá), traz os principais pontos que uma cidade deve ter no sentido estratégico para se tornar uma Smart City, além de destacar como a Cidade de Mississauga se tornou uma Cidade Inteligente a partir da IoT (Internet of Things). EIXO TEMÁTICO: CIDADES CONECTADAS PAINEL: A TECNOLOGIA SEMPRE TEVE EFEITOS TRANSFORMADORES NA MANEIRA COMO AS CIDADES SÃO PROJETADAS E OPERADAS. QUAIS SÃO OS DESAFIOS E OPORTUNIDADES PARA AS CIDADES NA ERA DIGITAL?  ORGANIZAÇÃO: CITY OF

Irecê Kauss, Chefe do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação no BNDES, discute sobre o cenário de IoT e define a ‘Internet das Coisas’ como uma evolução do uso das redes de comunicação, caracterizada pelo fato de que não apenas pessoas se conectam a essas via computadores ou celulares, mas também dispositivos das mais diversas naturezas. Ele traz um Estudo de IoT dentro do contexto brasileiro, com informações sobre os Pilares Chave do Plano Nacional de Internet das Coisas,

Por Luiz Sergio Assad, diretor-presidente do SindiEnergia (Sindicato da Indústria da Energia no Estado de São Paulo) Apesar dos esforços políticos, o Brasil ainda é um país de grandes desigualdades econômicas e sociais. O desenvolvimento de cidades inteligentes deve se utilizar das PPPs (Parcerias Público-Privadas) para inovação em redes de energia, gestão de resíduos, acessibilidade e mobilidade urbana, entre outras facilidades que contribuem para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Tecnologias, como a IoT (Internet das Coisas), Big Data e Computação

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

PATROCÍNIO APOIO

PARCEIROS ESTRATÉGICOS

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO INSTITUCIONAL

REALIZAÇÃO

EVENTO PARALELO