a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

LANGUAGE

O que você está procurando?

>Posts tagged "parceria público privada"

Com uma Agenda Estratégica voltada para a Iluminação Pública, o Connected Smart Cities 2019 apresentará novidades para esse setor na Programação do Fórum e na Expor

 

Entre as empresas participantes da Expor, a Philips demonstrará sua nova solução inteligente para cidades, o Interact City. Uma plataforma de gestão e monitoramento dos ativos de iluminação pública, com sistema composto por um dashboard e luminárias habilitadas, que serão expostas no Connected Smart Cities 2019, que acontece nos dias 17 e 18 de setembro, em São Paulo. Para detalhar a participação da empresa no evento e as oportunidades de negócios nesse segmento, o CSC entrevistou o diretor de Marketing da Signify, detentora da marca Philips para tecnologias em iluminação, Gustavo Rudge.

O CSC 19 destaca em sua programação o panorama e os desafios para a implementação de novas Parcerias Público-Privadas (PPPs) de Iluminação Pública (IP) no Brasil, considerando que as PPP´s mudaram a gestão da IP com a transferência dos ativos para os municípios e abriu oportunidades de novos negócios e investimentos e o número de projetos cresceu de forma expressiva nos últimos anos. De acordo com a COSIP (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública) arrecadada e o potencial de arrecadação, estima-se que o mercado de PPPs de IP seja superior a R$9 bilhões por ano, conforme a consultoria Radar PPP

 

Para entender a atuação da Philips nesse mercado, acompanhe a entrevista com Gustavo Rudge:  

CSC: Por que participar mais uma vez do Connected Smart Cities e quais as expectativas?
Gustavo Rudge:
Participamos esse ano pela 2ª vez do Connected Smart Cities porque o evento nos dá a oportunidade de contato com profissionais do setor. Esse ano vamos apresentar a nossa plataforma de internet das coisas, sob a marca Interact, que possibilita gerar benefícios, insights e novos serviços destinados aos clientes por meio de sistemas de iluminação LED conectada e sensores.

CSC: Qual a relação entre a atuação da empresa com o Connected Smart Cities e com o tema cidades inteligentes?
Gustavo Rudge: No mundo profissional de iluminação, a gente observa alguns segmentos com grande oportunidade de crescimento, como o de iluminação pública. No Brasil, existem mais de 16 milhões de pontos de iluminação e menos de 10% deles utilizam LED. Então há uma iniciativa muito grande para realizar o retrofit da iluminação pública para a tecnologia de LED e com isso oportunidades de sistemas inteligentes, de telegestão e smart cities. Assim, acreditamos que o evento Connected Smart Cities é uma ótima oportunidade para discutirmos os possíveis caminhos e alternativas para o desenvolvimento de cidades inteligentes que beneficiem a vida de seus moradores.

Além da iluminação pública, vemos oportunidades promissoras envolvendo o mercado de indústrias, centros de distribuição e varejo que possuem demanda de soluções de iluminação conectada.

CSC: A Philips desenvolveu alguma iniciativa/projeto a partir das ações do Connected Smart Cities? Se sim, quais?
Gustavo Rudge: Estamos participando pela segunda vez do Connected Samart Cities e acreditamos que o evento cria a oportunidade de discutir os temas relevantes e apresentar nossas soluções, que atendem à área de smart cities. O contato com profissionais do segmento nos permite acesso à necessidades e demandas específicas.

CSC: Que produtos e/ou serviços serão apresentados no Connected Smart Cities 2019? Quais as novidades que o mercado e os participantes devem esperar?
Gustavo Rudge:
Vamos apresentar nossa plataforma de IoT Interact, que nos permite o gerenciamento inteligente do sistema de iluminação de uma cidade. Apresentaremos também a luminária Philips Roaflex, uma tecnologia desenvolvida para atender as necessidades diversas de aplicação em iluminação pública.  Hoje em dia, o gap que existia para trazer novas tecnologias mundiais para o Brasil tem diminuído muito e a plataforma Interact, estamos lançando simultaneamente no mundo inteiro.

O mundo atual é totalmente conectado. Assim, a forma de se usufruir dessas tecnologias já está incorporada no dia a dia das pessoas, já que todos têm um smartphone, usam uma série de aplicativos, e o Brasil especificamente tem a característica de uma população extremamente conectada. Tanto na esfera do usuário final quanto do mundo corporativo, percebemos que já estão preparados para essas novas soluções conectadas. Quando apresentamos as nossas plataformas de iluminação conectada para cidades, acabamos materializando e mostrando como algo viável na construção de smart cities.

CSC: Qual a importância da parceria com o Connected Smart Cities para a Philips?
Gustavo Rudge:  O Connected Smart Cities é uma oportunidade única de discutir com especialistas os caminhos para cidades inteligentes. Participamos do evento, pois acreditamos que podemos contribuir no debate de soluções para as cidades inteligentes sob a perspectiva de como a iluminação tem papel fundamental nos modelos para tornar as cidades mais conectadas e humanas. O evento possibilita uma diversidade de dinâmicas para estas discussões, assim como a presença de importantes representantes de diversos segmentos interessados no tema, como gestores públicos e empresas.

 

CSC: Qual a importância do evento para o setor considerando o mercado brasileiro, da América latina e mundial?
Gustavo Rudge:
 As cidades inteligentes são uma tendência mundial e o Connected Smart Cities proporciona um ambiente adequado para a discussão dos temas relevantes para o crescimento deste setor no Brasil. Em todo o mundo temos cases de sucesso, posso citar como exemplo a cidade de Jacarta (capital da Indonésia) e a mais próxima de nós: Buenos Aires (capital Argentina), que conta com uma solução de iluminação pública inteligente e preparada para o futuro, que combina luminárias LED de eficiência energética com o sofisticado software de gerenciamento de iluminação Interact City.

O Interact City oferece um serviço preparado para o futuro, por ser compatível com aplicativos adaptativo. Nesse sentido, Buenos Aires consegue implementar novos aplicativos enquanto continua o trabalho na infraestrutura existente, o que proporcionou a oportunidade de implantar novas soluções de cidade inteligente que melhoram a captura de dados, os insights e, acima de tudo, o prazer de morar na cidade – tudo isso reduzindo os custos.

Sobre a Signify
A Signify, com sede na Holanda, é líder mundial em iluminação para profissionais e consumidores e iluminação para a Internet das Coisas. Com as marcas Philips e Interact, atua com sistemas de iluminação interativos conectados e serviços habilitados por dados voltados para residências, edifícios e espaços urbanos. A companhia, com vendas de € 6,4 bilhões em 2018, e aproximadamente 28 mil funcionários, está presente em mais de 70 países.

 

PARA GARANTIR A SUA PARTICIPAÇÃO NO CSC 19, CLIQUE AQUI!

 

Com uma Agenda Estratégica voltada para a Iluminação Pública, o Connected Smart Cities 2019 apresentará novidades para esse setor na Programação do Fórum e na Expor   Entre as empresas participantes da Expor, a Philips demonstrará sua nova solução inteligente para cidades, o Interact City. Uma plataforma de gestão e monitoramento dos ativos de iluminação pública, com sistema composto por um dashboard e luminárias habilitadas, que serão expostas no Connected Smart Cities 2019, que acontece nos dias 17 e 18 de setembro,

Entre os temas destacados no mais importante evento de cidades inteligentes do país, o CSC 19 traz a Agenda Estratégica de Saneamento Básico, por meio da parceria com a Fundação Ezute e Itron. Alternativas de financiamento, Tecnologias e Universalização do saneamento básico no Brasil, por exemplo, estão na pauta.    De acordo com estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) de 2018, para universalizar o acesso ao saneamento básico até 2033, conforme o Plano Nacional de Saneamento Básico (PNSB), o Brasil tem

A Fundação Ezute é Patrocinadora Prata da Edição 2018 do Evento Nacional Connected Smart Cities, evento que será realizado em São Paulo, nos dias 04 e 05 de setembro de 2018, e reunirá especialistas, entidades, empresas e governos e apresentará as melhoras práticas para uma cidade inteligente. A Fundação Ezute é uma organização privada sem fins lucrativos que tem como missão contribuir para a transformação das organizações brasileiras, especialmente as públicas, apresentará novidades no evento.    Veja o depoimento do Diretor de

É fundamental no processo de desenvolvimento de smart cities considerar as mudanças climáticas, o crescimento desordenado da população e o uso indevido do espaço e do solo, assim como os investimentos nas áreas estratégicas de energia e infraestrutura. Para falar sobre esses e outros pontos fundamentais para a sustentabilidade das cidades e do planeta, entrevistamos Andreia Banhe, Gerente do CDP Cities, States & Region America Latina. O CPD, organização internacional, sem fins lucrativos, opera o sistema de divulgação global referente às mudanças climáticas, a

Quando falamos em Smart Cities não temos como não relacionar o tema com a tecnologia, visto que é impossível transformar cidades e oferecer qualidade de vida aos seus habitantes sem que a inovação, por meio da implantação de novos sistemas, como aplicativos voltados para o transporte público, compartilhamento de veículos,  bicicletas, por exemplo, sejam utilizados. A Associação Brasileira das Empresas de Software – ABES, entidade apoiadora do Connected Smart Cities, vem desenvolvendo iniciativas e participando de ações que contribuem, por meio

O que é uma cidade inteligente? Quais os caminhos para o desenvolvimento de smart cities? Para responder essas e outras questões relacionadas ao conceito de cidades inteligentes e a eficiência da gestão de forma integrada, entrevistamos o Diretor de Mercado Civil da Fundação Ezute, Marcello Freire Palha. A Fundação Ezute é uma organização privada sem fins lucrativos e que tem a missão de contribuir para transformação das organizações brasileiras, principalmente, as públicas, por meio de soluções inovadoras em tecnologia e gestão.

Destaques de desenvolvimento de Belo Horizonte, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Vitória serão apresentados no Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities, evento em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte e que será realizado no dia 06 de junho. A capital mineira, conhecida como polo de conhecimento e concentrando 62 instituições de ensino superior, além de possuir um dos maiores parques tecnológicos do país, sediará o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities. O evento, em parceria com a Prefeitura

Entrevista Milene Abla Scala, Vice-presidente da AsBEA - Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura. Para falar sobre a importância do desenvolvimento de smart cities no Brasil, o Connected Smart Cities entrevistou Milene Abla Scala, Vice-presidente da AsBEA - Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura. Milene Abla Scala cita que, no Brasil, a taxa de urbanização (percentagem da população da área urbana em relação à população total) praticamente dobrou nos últimos 50 anos chegando a 84% em 2010 (era 44% em 1960),

O desenvolvimento de cidades inteligentes e conectadas está diretamente relacionado aos investimentos em ciência e tecnologia, garantindo expansão sustentável no curto, médio e longo prazo. E o resultado vai além do crescimento econômico do país, pois reflete primordialmente na qualidade de vida da população. Nesse sentido, as Parcerias Público-Privadas (PPPs) se fazem necessárias e urgentes. Para o Presidente da NTU – Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, Otávio Vieira da Cunha Filho, o desenvolvimento de cidades inteligentes proporciona mais qualidade

O Encontro Regional Nordeste tem como principal meta estabelecer um panorama de desenvolvimento de smart cities na região, propondo debater soluções para o desenvolvimento das cidades com base nas especificidades do nordeste. O evento acontecerá no dia 15 de Março em Salvador/BA e terá a participação do prefeito da cidade, Antônio Carlos Magalhães Neto. Será apresentado também o case de Salvador, que destaca as importantes conquistas da capital, além da participação dos representantes de Fortaleza, Teresina e João Pessoa- cidades consideradas

EDIÇÃO 2019

PATROCÍNIO APRESENTADOR

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

PATROCÍNIO APOIO

PARCEIROS ESTRATÉGICOS

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO INSTITUCIONAL

APOIO DE MÍDIA

REALIZAÇÃO

EVENTO PARALELO